Os melhores destinos de inverno na América do Sul

Sim, mais uma temporada de inverno está a caminho! Seja pela primeira vez ou para os esquiadores mais experientes, a América do Sul oferece vários destinos de inverno mega charmosos e com opções de lazer para todos os gostos, inclusive para quem não quer esquiar.

Temporada de inverno na América do Sul

As montanhas das Cordilheiras dos Andes, estações fantásticas no Chile e na Argentina fazem a cabeça dos brasileiros. Então, esta é a hora de começar a planejar o seu passeio de inverno. A Urbi et Orbi tem vários destinos de neve para curtir as suas férias. Que tal dar uma olhadinha nos lugares inspiradores que separamos para você?

Chile

Vamos começar a nossa temporada de neve pelo Chile. Um dos dois únicos países da América do Sul que não fazem fronteira com o Brasil, o Chile é um lugar de muitos encantos. Começando pela sua capital.

Santiago

A capital reflete bem o que é o Chile, um país com um índice de desenvolvimento humano elevadíssimo. A cidade é organizada, limpa e supermoderna. Só de saber que, praticamente, aqui ao lado existe uma cidade como Santiago já vale o passeio. De lá é possível avistar a Cordilheira dos Andes com seus topos cobertos de neve. Maravilhoso!

Farellones

A cerca de 45 minutos de carro de Santiago encontra-se a estação de esqui de Farellones. Ela é perfeita para quem quer ter um primeiro contato com a neve. Pode-se ficar em Santiago e ir e voltar todos os dias. Farellones fica na parte mais baixa da montanha e as principais atividades, além do esqui são o tubing (a descida com bóias), ideal para crianças.

Valle Nevado

A estação mais famosa do continente. O resort é o destino de muitos brasileiros. A 2.860 metros de altitude, o local conta com inúmeras pistas de esqui para os mais diversos tipos de esquiadores. Há instrutores de esqui brasileiros e vários outros fluentes em português.

Vallee Nevado

Além do esqui, o Valle Nevado tem uma infinidade de atrações off-ski. Lá tem uma piscina aquecida ao livre que traz uma experiência interessante. Fica na água quente vendo o gelo e as altas montanhas da Cordilheira dos Andes é top para uma temporada de neve.

Existem ainda no resort opções de lojas de grife. Quem não alugou as roupas de esqui e quiser aproveitar para comprar, este é resort certo! O luxo está presente em cada cantinho de Valle Nevado, seja nas caminhadas na neve com raquetes nos pés ou nos vários restaurantes e centros de apoio do resort.

Portillo

Famosa por ser umas das estações com uma das vistas mais bonitas do mundo, Portillo tem pistas de esqui para todos os níveis, mas os esquiadores mais aventureiros encontram lá o paraíso.

O local recebe cerca de sete mil turistas na estação de esqui e possui um toque especial: a Lagoa Congelada Del Inca. Não é possível andar de patins nela porque o gelo é fino demais, contudo só de apreciar sua beleza tomando um vinho ou um chocolate quente, vale a viagem.

Chillan

Esta estação fica a 1.650 metros acima do nível do mar. São dez mil hectares incluindo pistas e planícies para a prática de esportes de neve. Chillan tem a pista de esqui mais longa da América do Sul. Chamada de Las Tres Marias, a pista tem 13 quilômetros de comprimento.

Outro ponto importante a se destacar é que Chillan conta com uma estação termal; são nada menos do que nove piscinas de azufre para quem quiser dar aquela relaxada.

Puerto Natales

A cidade fica na Patagônia Chilena e, além do esqui oferece vistas majestosas das geleiras.

O Parque Torres del Paine, com as chamadas Denomades, merece uma visita. O local é Patrimônio Mundial da Humanidade. São altas torres de gelo, cavernas, lagoas cristalinas e montanhas de tirar o fôlego.

Argentina

Bariloche

Bariloche é o primeiro destino que vem à cabeça da maioria dos brasileiros quando se fala em destinos de neve. A cidade conta com importantes estações de esqui.

Cerro Catedral

A estação de esqui mais conhecida de Bariloche é Cerro Catedral. Ela fica a cerca de 20 quilômetros do centro de Bariloche e ganhou esse nome porque os picos das montanhas lembram as antigas torres das catedrais góticas.

Cerro Catedral em Bariloche

Cerro Catedral foi uma das primeiras estações de esqui da América do Sul. São 600 hectares de superfície de neve. Sua estrutura tem 53 pistas, todas sinalizadas, e com dificuldades variadas para os diversos graus de esquiadores.

A estrutura do resort também surpreende. Mesmo que não vai para esquiar tem muitos programas para fazer no local.

Las Leñas

Inúmeras pisas de esqui para todos os níveis (e coragem!) de esquiadores estão na estação de Las Leñas. A 3.430 metros de altura está a mais alta estação de esqui da Argentina.

Las Leñas é um dos destinos mais badalados de Bariloche e um dos principais centros de esportes radicais. É ideal para que curte neve, bastante neve. O clima mais seco de Las Leñas contribui para o acúmulo de neve no local, então é bom se preparar: é muuuuita neve!

San Martin de los Andes

A cidade de San Martin de los Andes abriga uma das melhores estações de esqui da América do Sul. Ainda não tão conhecida pelo grande público, o local abriga Cerro Chapelco.

Cerro Chapelco

Na Patagônia Argentina fica Cerro Chapelco. Este é uma das estações de esqui mais bonitas da Argentina. Fica a 1.980 metros acima do nível do mar e recebe visitantes de todo o mundo.

São 22 pistas livres e com obstáculos e uma ótima qualidade de neve. Adrenalina e um cenário maravilhoso fazem desta estação única. É possível ver o Lago Lacar, o Vulcão Lanin e a Cordilheira dos Andes.

Ushuaia

Ainda na Patagônia Argentina, fica o lugar mais austral do continente: Ushuaia. A capital da província Terra do Fogo é conhecida como “a cidade do fim do mundo”.

Ushuaia é uma cidade pequena, mas não por isso menos charmosa. As pessoas são simpáticas e receptivas e fazem com que os visitantes brasileiros se sintam em casa. Os passeios de aventura e também os de ecoturismo são comuns no local. Mas se o seu negócio é o esqui, o point é Cerro Castor.

Cerro Castor

A estação de esqui de Cerro Castor tem pistas bem íngremes, com desníveis que chegam a 800 metros. Suas 26 pistas têm níveis diferentes de dificuldade e nem sempre o desnível é tão acentuado.

Existem hotéis e restaurantes para todos os tipos de orçamentos. A gastronomia é uma atração à parte. Não deixe de provar as carnes exóticas e as bebidas típicas da região.

Villa de La Angostura

Se você estava procurando aquele lugar romântico para passar as suas férias, acabou de achar!

Villa de la Angostura fica à margem do Lago Nahuel Huapi. Os bosques com árvores características de clima frio. No Bosque de Arrayanes os troncos das árvores numa tonalidade de marrom completamente diferente da que conhecemos são uma atração à parte. Há uma trilha de 12 quilômetros passando pelo Parque Nacional de los Arrayanes.

A arquitetura que lembra a das casas dos Alpes suíços fazem desse lugar um destino romântico.

Fora tudo o que já foi dito, Villa de la Angostura tem um centro de esqui que nada fica a dever a nenhum outro. Cerro Bayo se autodenomina uma “estação boutique”. A colocação de uma gôndola até o cume da montanha aumentou bastante a área para a prática de esqui. Não há filas grandes e isso é um diferencial dessa estação.

Cerro Bayo é uma estação charmosa com várias paradas de café. Aproveite para esquiar, mas também para degustar um fondue e beber um vinho; um vinho argentino, claro!

Bolívia

Chacaltaya

Localizada a 40 minutos de carro da capital La Paz, Chacaltaya é uma montanha de 5.421 metros de altura. Não se trata de uma trilha muito difícil. O local é ideal para quem quer ver neve e curtir uma subida de montanha (trekking).

Lá, já funcionou a mais alta estação de esqui do mundo. Por conta das mudanças climáticas e pela falta de neve suficiente para a prática de esportes de inverno, a estação foi desativada.

Peru

Cordilheira Branca

A chamada Cordilheira Branca é formada por várias cidades. A principal delas é Huaraz. Lá estão as principais opções de hotéis e restaurantes. O centro da cidade é onde acontece o agito.

Andando um pouco, chega-se ao Parque Nacional Huascaran. O caminho é por uma estrada de terra no meio das Cordilheiras. Existem três principais lagoas no parque. São elas: Laguna Llanganuco, Laguna 69 e Laguna Parón. Como a maioria das lagoas da Cordilheira, elas têm água cristalina vinda do desgelo do topo das montanhas.

Outra dica interessante é conhecer o Chavin de Huantar. Esta é uma das ruínas mais antigas da América do Sul. Lá é possível identificar vários traços da cultura inca.

A temporada de inverno só está começando. Se você curtiu as nossas dicas sobre os destinos de inverno na América do Sul, é só clicar e escolher onde você quer ver a neve. A Urbi et Orbi leva você aos mais legais destinos de neve, vem ver!

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.